A dissertação de mestrado em Administração do Fernando Zanotti Schneider, coordenador da área societária, foi publicada pelo Insper e pela Universidade Nova de Lisboa, em Portugal. A pesquisa efetuada pelo Fernando investiga a relação entre a diversidade na composição do Conselho de Administração e o desempenho financeiro das empresas brasileiras cotadas em um segmento corporativo denominado “Novo Mercado”. Na dissertação defendida e aprovada simultaneamente nas duas faculdades, a diversidade dos membros do conselho é medida por quatro variáveis: gênero, idade, educação e independência (ou não) dos membros do Conselho.
Em linha com a teoria, a pesquisa confirma que um conselho mais diversificado (em termos de gênero) tem impacto positivo no desempenho financeiro, medido pelo retorno sobre ativos. Por outro lado, os resultados mostram que a diversidade em termos de educação e idade tem um impacto negativo em termos de ROA.
De acordo com Fernando “além da contribuição geral para a discussão sobre a diversidade nos Conselhos de Administração, os resultados da pesquisa podem ajudar os acionistas e stakeholders para usar o Conselho de forma mais eficiente e estratégica.”

Clique aqui e veja o artigo publicado pelo Insper

Clique aqui e veja o artigo publicado pela NOVA